sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Nós, alunos de Letras, estamos indignados com o desrespeito e vandalismo que nos foi dirigido em nosso banner do Projeto Intolerância Zero.
Em mais um ano em que a UNIFEOB recebe o selo de Responsabilidade Social, em uma faculdade onde todos os cursos trabalham com competências atitudinais, é uma vergonha que ainda existam alunos que ajam com imaturidade tamanha.
Que profissionais serão formados, se não é possível respeitar o trabalho dos colegas universitários?
Admiramo-nos que alguns alunos do Direito e da Medicina Veterinária ainda acreditem ser superiores a outras profissões e, ainda por cima, tenham coragem de expressar esta rixa, de índole imatura e antiética, tentando deslegitimar um projeto que visa ao bem comum.
Para os alunos que cometeram esse vandalismo, saibam que não se trata simplesmente de um banner, mas sim de um manifesto, e ele não vai parar nos muros da UNIFEOB. Vocês sujaram o nome da faculdade, sujaram o nome de seus cursos, além de cometerem o crime de assédio moral e ameaça ao dizerem que querem "estuprar os alunos de Letras até a morte". É uma pena que quem escreveu isso se esconda sob o anonimato.
Os autores do vandalismo, se forem futuros advogados, ou qualquer outra profissão, deveriam pensar na gravidade do ato que cometeram. Que tipo de profissional será esse que não respeita o trabalho alheio e ainda expõe sua intolerância a todos aqueles que estão vendo o banner?
O mesmo digo ao aluno(a) da Medicina Veterinária, que fez questão de deixar registrado que "med vet domina". O mínimo que se espera, em um ambiente acadêmico tão renomado, é que os alunos sejam maduros e ajam como adultos, e não que pratiquem atos de vandalismo. Você tem o direito de não participar da campanha, mas, por favor, não deturpe o trabalho dos outros.
Não se trata aqui de uma competição sobre qual curso é o melhor. Todo profissional é necessário, em diferentes níveis de atuação. Nenhum curso “domina”, porque nenhum outro curso é “submisso”.
Estas marcas ficarão na história. Nós alunos de Letras estamos indignados, não por sermos atacados, porque isso nós somos, de uma forma ou de outra, por uma sociedade que não valoriza a carreira docente. Estamos indignados com a atitude de deturpação desses alunos(as) que tentaram atrapalhar o projeto, mas apenas expuseram sua ignorância.
Sabemos que não são todos os alunos dos cursos de Direito e Veterinária (cito esses cursos porque assim se identificaram algumas frases), pois esse ódio gratuito pode vir de qualquer curso, em qualquer universidade, infelizmente. Sabemos que os autores são apenas uma minoria, mas sinto muito, ao sair dos muros da faculdade, o nome do curso de vocês, que está registrado no cartaz, ficará manchado por causa desses colegas cheios de intolerância. Esperamos que os responsáveis se apresentem e encontrem uma forma de consertar estas atitudes impensadas.






terça-feira, 29 de agosto de 2017

"Fantochét"

A gente é
várias vezes
fantoche da vida
antes de ser
a gente
de verdade


Resultado de imagem para masquerade wallpaperResultado de imagem para masquerade wallpaper

"Pneu de Avião"

A parte que mais odeio no meu corpo
é a barriga.
Meu namorado vive repetindo
"essa barriguinha que eu adoro".
Ele aperta os lábios nela
provocando
cócegas e sons engraçados.
Por isso que eu amo ele!

Imagem relacionada

"Te Odeio"

Resultado de imagem para ódio wallpaper


Queria esfregar umas coisas na sua cara.
 - Você lembra que me dizia que eu não ia encontrar ninguém melhor que você?

Pois olha, eu encontrei sim. E você não chega nem na lama do chinelo do que ele é para mim.

 - Lembra que você me dizia que podia viver sem mim, mas que eu não sobreviveria se você fosse embora?

Pois olhe, de tanto me falar isso, me convenci que não preciso de você, que não preciso de ninguém. Eu preciso só de mim. E ele sabe disso. Ele sabe que não me completa, ele me transborda. Obrigada por me fazer entender que me basto, através das suas atitudes machistas.

 - Lembra que você dizia que o que o homem não tem em casa ele busca na rua?

Pois bem, eu nunca precisei buscar em outra pessoa que não ele. Nem ele precisa buscar em outra. Estamos certos do que queremos, estamos seguros e confiamos um no outro. A gente sabe que não somos perfeitos e por isso não tentamos ser. Mas a gente dá o nosso melhor um pelo outro, porque o que queremos é a felicidade um do outro. O que queremos é fazer um ao outro feliz e construir juntos essa felicidade.

 - Você lembra como fazia jogos com minhas emoções, e fazia dramas desnecessários tentando me mostrar que sem você o mundo terminaria?

Com ele não é preciso drama, somos maduros e sabemos conversar quando há um  problema. A gente também sabe que somos felizes juntos, mas que se um dia tivermos de nos separar, não será o fim do mundo. A gente sabe que tivemos uma vida antes de nos encontrarmos, e sabemos que estamos construindo juntos a partir de agora. Mas também sabemos que em certos momentos da vida teremos de ser independentes, e isso não é um problema.

Queria jogar tudo isso na sua cara, e mostrar para você a mulher que me tornei. Mais forte, corajosa, cheia de opinião e atitude. Não deixo que qualquer um passe por cima do que penso e nem que me digam o que fazer. Não vou repetir os mesmos erros que fiz com você.

E olhe só! Consegui! Estou feliz com ele como nunca estive! Você não me fez feliz assim!
Ele me respeita e entende tudo que passei na sua mão. Ele tem sido maravilhoso e eu tenho retribuído da melhor forma possível. Ele me respeita e trata bem na frente dos amigos e família, coisas que você não fez.

Você carregava o rei na barriga, ele sabe que não é melhor que eu nem eu sou melhor que ele.

Precisa ver como somos iguais. Como temos sintonia, como temos harmonia e funcionamos tão bem juntos.

Diferente de você, nosso interesse pelo relacionamento é genuíno. Nós nos amamos, e não é aquele amor-jogo que você jogava de olho na herança que nem tenho.

Ele me ama pela mulher que me tornei. Eu o amo pelo homem que ele é.

Diferente de você, seu rapazote imaturo que só tem segundas intenções na cabeça.

Imagem relacionada

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

"Final de Domingo"

Imagem relacionada


Você partiu naquela hora
em que não existem mais leis de trânsito,
e que o senso comum impera na cidade
enquanto o frio gela a coluna e os ossos
despertando velhas dores
e penetrando no coração,
trazendo a solidão.
Não há agasalho que espante
esta gélida infusão
que engordura os olhos com sono  e cansaço.
Partida sem despedida
é pausa no sentimento,
é trégua do amor,
é congelar o tempo naquela hora madrugadoura.
Partida, em parte, é férias do corpo,
é desmaio da alma.

"Haicai 5"







Uni os universos
e criei
os nossos versos.








quarta-feira, 28 de junho de 2017

"Vinte e Três de Abril"

Amo meu namorado
porque todo mês
ele lembra a data
do nosso aniversário de namoro.
E eu sou assim também.

Imagem relacionada