domingo, 21 de novembro de 2010

Independência ou Morte!

De repente cheguei nesta idade que quero independência!
Mas uma independência que não pode ser definida como tal...
Cresci, mas não quero deixar de ser criança.Vou para a faculdade, mas não quero sair de casa.Quero uma namorada, mas não quero largar meus pais...

Como resolver tudo isso?

O segredo é respirar fundo e dar um passo de cada vez.
Se você chegou nesta fase, parabéns! Mas vá com calma...
Isto é normal para todo mundo, é só saber lidar.
Começe pensando assim: daqui para a frente sou eu que mando em mim, portanto tenho que pensar como um adulto (eu sei, Raquel, que você vai me linchar por causa disso, mas é verdade).
Bom, eu tenho uma amiga que está nesta fase, e ela fala que para alcançar a independência dela ela se imagina dona da própria casa, do próprio bichinho de estimação, da própria roupa que tem que lavar...e assim ela vive sem precisar que os pais dela tomem conta dela.Ou seja, ela é independente!

E ela tem um jeito próprio de alcançar sua independência...Para mim independência não é sair de casa, começar a dirigir, entrar na faculdade...independência é muito mais do que isso...é  saber tomar decisões sozinho, vencendo seus próprios medos, timidez, insegurança...
Muito mais do que tentar ser independente, é preciso ter coragem de vencer os medos.
Até então você era um(a) garotinho(a) nas saias da mãe que te protegia, mas derepente sua mão largou você nesse mundo assustador...
O que quero dizer com todo esse enrola e desenrola é que não adianta você querer ser independente dos outros antes de  ser independente de si mesmo.
Então, como diz a Raquel, "acumule um pouquinho de coragem por dia, marque um dia no seu calendário e dê o primeiro passo bem nesse dia!"
Olha minha gente, tanto o método da Raquel quanto o da minha outra amiga (que por sinal se chama Menipo) funcionam legal, e os dois juntos melhor ainda!
O importante é você guardar bem isto: primeiro é preciso ser independente de si mesmo, para depois ser independente dos outros.

Eu não sou nenhum psicólogo pra lhe ajudar, mas se você seguir um pouco eses "métodos de independência" eu garanto que você vai se sentir que nem Dom Pedro II, pelo menos um pouco...

Boa sorte!!
By Tulus dos Sonhos

2 comentários: