terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Carta a Meu Tulus

Apesar de tudo o que me disserem agora, nada vai consolar.
O que realmente buscamos é alguém que nos entenda, não só o que falamos,mas o que vivemos.
Quero poder abraçá-lo, chorar em seus ombros enquanto me afaga a cabeça, quero sentir o seu toque, agarrar sua camisa, gritar,...
É como se eu quisesse algo que nunca vou conseguir alcançar.Algo que nunca vai dar certo...Eu queria poder falar para este alguém todos os meus sonhos,mas não minhas metas, meus sonhos mesmo, que sonho à noite!Queria poder dividir as bobgens que escrevo em meu diário, as músicas que ouço,as criancices que faço...Queria dizer a ele o medo que tenho de ser independente, queria mostrar meu mundo e minhas viajens...
Só que esse alguém não existe!Nunca vou alcançá-lo...Pelo menos assim me parece...
Será que é a mesma coisa que tu sente?Será que as nossas idéias são as mesmas?Não sei...Só sei que tu parece ser o único a entender tudo isso...Sei lá...Não entendo direito...E com certeza estou fazendo o maior nó na tua cabeça também...desculpe-me...
Então, o que aconselho é que pelo menos nós dois tentemos mais uma única vez, e se não der certo pelo menos temos a certeza de que tu tem eu e eu tenho a ti.Quem sabe não é  para ficarmos nós juntos?
Bom, pelo menos podemos desabafar um com o outro sem se preocupar com o que os outros vão pensar...
Pois bem...vamos tentar mais uma vez?Beleza!Depois que nos encontrarmos de novo nos contamos como foi...Coragem aí que eu também preciso aqui!Sucesso!Nós conseguimos!

Beijosssss
                                    ***Raquel***

Nenhum comentário:

Postar um comentário