sexta-feira, 18 de março de 2011

Conto de Fada


Mudei.
E percebo isso agora. Estou diferente. Mas não é um diferente de ontem, é um diferente de "pessoa". Estou virando outra pessoa, estou passando de um ser para outro, de uma Raquel para outra...
Será que só aconteceu agora ou será que fui eu que só percebi agora?
Não pode ser, porque se eu tivesse percebido só agora, eu teria mudado de ontem para hoje, e não de "pessoa" para "outra pessoa"...
Sinto a mesma coisa que senti quando fiz doze anos, e a qual as "pessoas grandes " diziam ser o crescimento. Mas eu sei que não é isso, porque crescer se cesce todo dia e de dois modos.O primeiro é crescer em estatura, e o segundo é o chamado "amadurecer", que se dá através de ações, palavras e modos de agir...
E eu sei que essas mudanças que estão acontecendo não são nem amadurecimento e nem crescimento. Eu sinto!
Sinto que o mundo, o real, não o manipulado, anda mudando.
Nada mais é roxo! Tudo agora é marrom...
Estou com medo. E se eu me esquecer como se entra nos livros? E se eu me esquecer como se encontra uma fada? E se eu me esquecer como se vive num sonho?
É  possível viver sem "ser"? É posível viver no mundo irreal e no real ao mesmo tempo?
Mas voltando ao que interessa realmente...estou passando por novas experiências, e ao contrário de quando eu tinha doze anos, agora não posso falar dessas experiências abertamente ao mundo, porque senão podem achar que eu sou maluca ou algo semelhante...E eu perdôo o mundo, porque ele está sendo manipulado pelo sistema...E só por isso o perdôo! Mas acho que seria muito bom eu partilhar minhas experiências com o mundo alheio, dando a desculpa de que sou uma mera escritora...
Pode ser uma boa idéia...
Mas por ora quero dizer apenas:

"Truly Scrumptious, yo're truly Truly Scrumptious. Honest Truly, yo're the answer to my wishes, Truly Scrumptious. Never, never ever go away. My hart is so unruly, because I love you Truly, honest Truly I do!"


Por Purple Captain

3 comentários:

  1. A foto é linda né meu amor? Como é que eu ainda tinha tempo pra fazer esses cliques, tu nunca se perguntou? Eu respondo: era prioridade clicar voceis... prioridade do amor. deixava de lado até meu cabelo (que foi ficando branco, sabia?). Mas era imprescindível cuidar de meus amores.Beijo,beijo,beijo.

    ResponderExcluir