sábado, 30 de abril de 2011

Nem Leiam Isso...

E depois de tudo aquilo fui entendendo que se você ama, tem que deixar livre...
Quer saber de uma coisa? Me apaixonei, me decepcionei (talvez até comigo mesma) e resolvi deixar o amor de lado, sem correr atrás. Mas eis que o amor é uma força, e de todas elas, a mais forte!
Não deu pra vencê-la e  me apaixonei de novo. Mas não foi qualquer paixão, não, foi algo maior!
Eu ainda não sabia, mas era isso mesmo.
E pensando que era mais uma paixão boba de adolescente, eu quis negar o que sentia. Porém o meu "apaixonado" nutriu esperanças em mim. Por pouco mais de um ano, consegui abafar tudo isso, e quando aquela perguntinha que vive em nós -será que gosto dele?- ameaçava  aparecer, eu a reprimia, sufocava-a, gritava não!
E assim foi indo, até que um belo dia, meu coração resolveu ser mais forte que eu. Enfim, me apaixonei, e aquela perguntinha que estava dentro de mim começou a sair para fora, através da boca de outras pessoas (-E o namorado? Não tem namorado? -E aí, muitos paqueras? -E você não vai arrumar um namorado?).
E o que você responde nessas horas? Você não pode simplesmente dizer que não tem ninguém quando você sabe que tem alguém...
E é lógico, com todo mundo tocando a sua ferida, você sente a necessidade de tomar uma providência...E o que eu resolvi fazer?
Resolvi falar com o "apaixonado", calmamente, abordando ele bem devagar e deixando que ele mesmo descobrisse o que se passava. E para minha surpresa e eu acho que dele, ele descobriu mesmo.
Conversamos muito a respeito, ele colocou seus argumentos e eu coloquei os meus. Passou uma noite, e no dia seguinte, comecei a sentir algo inexplicável, que eu nunca havia sentido por ninguém, que começou a apertar meu peito de uma maneira que realmente e sem exagero nenhum, começou a doer.
Doeu muito, muito mesmo! E como eu já disse, é inexplicável descrever o que se passou.
Percebi que eu devia fazer alguma coisa muito rápido, e o que fiz foi "fugir" para a casa das minhas amigas.
Achei que indo para lá, pelo menos eu não curtiria minha dor sozinha, mas não adianta, nesse mundo de hoje, até o msn consegue te perseguir e junto com ele a curiosidade e a vontade de resolver aquela coisa dentro do seu peito.
Pois bem, falei de novo com o dito cujo, e desta vez, ficou esclarecido que não era o momento de ter um relacionametno sério, mesmo se ambos os "apaixonados" quisessem isso. E no fim, eu acabei dizendo que respeitava sua decisão,ele disse que foi o "não" mais difícil que ele teve que dar e resolvemos apenas dar tempo ao tempo...
Então é isso, eu topo dar um tempo, ele topa dar um tempo...mas porque meu coração não topa? Porque mesmo sabendo que temos uma amizade linda e inabalável, meu coração não se convence disso? Porque esse coração se convenceu que precisa ser mais que isso?
Agora a perguntinha que não sai de mim já não é a mesma, e sim -será que eu o amo?
Porque é claro que amar é algo muito difícil de se definir, é algo muito maior que uma simples paixão adolescente...E segundo minhas referências, quando você ama alguém, você o deixa livre, e o que importa apenas é que esse alguém seja feliz.
É claro que você gostaria que esse alguém estivesse do seu lado o tempo todo, mas infelizmente nem sempre é assim...
E eu me pergunto: se eu sei de tudo isso, por que meu coração não sabe? Porque é que aquela dor terrível não passa? Porque tenho perdido o apetite e a vontade de fazer o que eu gostava?
Será possível que fiquemos doentes por causa de uma pessoa? Será que estou ficando doente? Nunca senti isso, e gostaria de pelo menos conseguir expressar esse sentimento...Realmente é uma dor, uma dor no meio do peito, que parece dilacerar o coração, me dando vontade de arrancar ele do peito, me dando vontade de gritar e chorar, ou de correr sem parar e sem destino, ou de querer me machucar para sentir uma dor maior...qualquer coisa para isso parar!
E tudo isso ainda não exprime o que se passa dentro de mim...E eu que reclamava e achava que aquilo que eu sentia quando estava simplesmente apaixonada era dor...tempos bons quando eu só sentia aquilo...Tempos bons quando eu sentia apenas um aperto no peito, quando eu ficava nervosa e recatada de chegar perto do meu "apaixonado", quando eu ouvia o nome dele e pensava nele apenas como "àquele por quem sou apaixonada"...
E hoje em dia? Além desse sentimento, que não tenho nem certeza se é uma dor ou um sentimento,não hajo mais nervosamente quando ele está perto, quando ouço seu nome não penso que ele é só "aquele por quem estou apaixonada", mas penso que ele é o meu amigo mais precioso, a quem eu amo de todo coração, -mesmo que eu não saiba que tipo de amor é esse- que eu quero muito bem, que estou pronta para fazer tudo por ele e que não cosigo viver sem.
E ainda por cima ele me pergunta se eu estou bem...Bom, o que eu posso dizer? Ele não me magoou, eu entendi muito bem o que ele disse e respeito isso de todo o coração. Foi o que eu disse sim, mas é mesmo isso que eu sinto?Sentir e pensar que se sente pode não ser a mesma coisa...E eu disse isso porque se eu dissesse o contrário, eu sei que o aborreceria, e a última coisa que eu quero é vê-lo aborrecido...
Eu estou escrevendo tudo isso agora, porque é mais fácil escrever sem se sentir pressionada...Mas é preciso que fique claro que apenas escrever não expressa tudo o que estou passando. Aliás, não expressa nem perto da metade o que estou passando, mas serve de resenha como num livro...
Eu só queria saber...Isso é amor? Eu estou doente? Porque meu coração não aceita tudo o que já está tão claro e pára de doer? O que é preciso fazer para tudo isso ir embora ou pelo menos se abrandar?
Onde vou encontrar respostas? Será que vou conseguir esperar por ele? Será que quando o momento chegar não será muito tarde? Será que isso que eu sinto é apenas uma ânsia em encontrar respostas?
Alguém pode me ajudar?...

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Brincadeiras com Palavras

A pedido do meu leitor mais insistente (e irmão) estou postando as "bobagens" da minha agenda (que na verdade nunca foram bobagens...).
Ah povo, não é lá muito legal e nem grande coisa,mas são uns trocadilhos que quando tu tá entediado sempre fala para si mesmo (pode começar a perceber...)

"Confraternização universal:Coma uma comida de cada país."

Carimbo
Carmibo
Carbimo
Cabimro
Cabirmo

Combina sem bina

Chocolate
Cocho late
Choco late
Cocho de lata
Xoxo late



Calo
Galo
Galho
Gálio
Hélio
Ozônio
O Zônio
A Sônia
A Soraia
A Suélen...

Rosana
Rosa
Roseta
Rosbife
Rosquinha
Café
Chá
Chocolate
Refri
Água
Terra
Ar
Fogo
Coração!
Capitão Planeta!

(Pro pessoal que conhece alguns membros da CMPS):
Tâmisa
Têga*
Nilo
Acácio
Maurício
Almir
Al Mir
All Day**
All night
All Adin
Rei Leão
Pocahontas
Cinderela
Lilo e Stitch
Bambi
Tarzan
Mogli
Disney
Ney
Nei um
Nada
Corre
Anda
Amanda
Amando
Armado
Póu!


*Rio situado em Caxias do Sul
**Marca de suco

Acho que ninguém perde tempo com essas coisas que todos julgam ser bobagens...
Mas se existir alguém esperto e legal que se interesse nelas, por favor, não deixe de comentar!!
Valeu!!!

Odeon
Porodo pom pu podom pu podom pu podom pu podom pu podom pu podom pu pururururu pom pu podom pu podom pu podom pu podom pu pororororo poro ro...


Dia de chamada oral sobre Benjamin Franklin:
Benjamin
Bejaeu
Beijatu
Beijaele
Beijanós
Beijavós
Beijaeles
Beijinho
Brigadeiro
Lutadeiro
Pacifiqueiro
Cheiro
Cheio
Vazio*
Alcatra
Costela
Costelinha**
Doug
Roger
Rogério***
Luís
Américo
Clayton...

*Fraldinha
**Personagens do programa de tv "Doug"
***Professores da Raquel

Camelo mastiga para os lados...

Língua
Dentes
Beiço
Lábios
Gengiva
Genóvia
Mia*
Late
Pia
Tanque
Bacia
Torneira
Mangueira
Goiabeira
Amoreira
Amorim**
Amo rim
Amo pulmão
Amo pâncreas
Amo tudo!

*Personagem do filme "O Diário da Princesa"
**Cabeleireiro da mãe da Raquel

Bergamota*
Marmota
Mar morto
Mar vermelho
Mar mediterrâneo
Mar avilhoso
Avilhã
Avelã
Noz
Nós
A gente
Agente...


Blá blá blá blá blá blá blá blá
turururú ruru rurururu
Blá blá blá blá blá blá
turururú ruru rurururu
Blá blá
blá blá blá blá
blá blá blá
turururú ruru rurururu
Bllllá bllllá
turururú ruru rurururu
uuu uuu uuu uuu
uuu uuu
uu u uu uuu uu
turururú ruru rurururu...

Isso é uma musiquinha, acreditem em mim!

"Eu sempre acho que eu passo mal"

Brincadeiras com Palavras

Uma coisa leva à outra
otra
ota
Ota?Ota Fumiga
Fu miga das Souza Rimar*
Ri mar
ri lago
ri rio
Rio?
Riu, mas eu ainda não!

*Fu e as referidas "Souza Rimar" são personagens da Raquel

Lixiguana
Iguana
Parente da cobra que queria
ser pente
Pois é a Ji que bóia
E assim o suco ri
quando se ouve um apíton
e se vê um boi-tatá
Acabou a tint...


Beliscão
liscabão
cabô carvão
ca boca não
canão
cãna
cãnário
canarinho
passarinho
flô
Bambi
bambino
menino
Nino
Antonino
Antoninho
Antônio
Tônho
tonto
toto
toooo
tosca!


...Esfregolá
pé-de-moleque
mandolate
mandô,late
mandô-lati
mandô Nati*
La Nati
Uzzy
Tio Édson
Étson
som
sóton
porão
calha
calha boca
Kala loca
laloca
lajota
Jota
Jotalhão
Turma da
Mônica
Magali
Cebolinha
salsinha
Salsicha
Scooby Doo!!

*Nati é minha prima, filha do meu tio Étson que tinha uma confecção chamada La Nati e posteriormente Uzzy


2 tipos de bisão:europeu e americano...
Bisão...
Chokitão
Prestigião
Garotão
gatão
gato
Miaau
Aaau
Ai ai
papai
papagai
papagaio
papa-gaio
gaio d'arvre
arvre da montanha
olê liraro*
olê olá
olé
E é gool!
e é Tam
e é Varig...
Tam?
Tam anduá
Gambá
guaraná
coca cola
pepsi
Dolly**
ovelha
clone
Star wars
War***
Clube da ponhoca
Canela
Sul!

*Música infantil
**Guaraná que existe em Mococa
***Jogo oficial do clube Ponhoca's Club de Canela-RS onde moram os primos da Raquel.



Caxumba
Caximbo
Cachorro
cachorro-quente
pizza
xis burguer
burgo
embugado
estufado
estofados
sofá
sopa
só pá
sopra,
passa merthiolate,
põe curativo,
põe gaze
Grazi*
Dona Regina

*Grazi, ou Graziela, filha de Dona Regina, uma governanta muito querida que cuidou da Raquel quando ela era criança.

Chuvisco
chuviscando
riscando
riscado
riscada
escada
cada um
Dá um?
O que?
Um doce?
doce
salgado
amargo
Amaro
amam
amanhã
a manha
a mãe
Main
maio
maiô
biquíni
piquíni
piquinique
qui nike
Nike
tênis
vôlei
basquete
cesta!
caixa
sacola
cola
prova!!


Chuga chuga chuga piuííííí
Ó o trêêêêêêêêm!
Trêm tem acento
ou assento?

Enquadrar
embolar
emtriangular
emretangular
em formática
computador
com puta dor
PC
pexe
Lula
Vargas
Quadros
estátuas
pintura
tinta
vinho tinto
vinagre
vinagrete
Grete*
Aula da Sol
aula da lua
aula da estrela
A Hora da Estrela
Clarice Lispector
poesia
poema
prosa
trova
trovão
raio
Tempestade
X-men!!

*Grete era o nome que a Solange (professora da Raquel carinhosamente chamada de Sol)adorava e sempre falava.

Contos dos Corteze - A Quadra de Esportes da Cubolândia

        Era uma vez uma bola quadrada que andava sempre triangularmente.Um dia essa bola deu de cara com uma rede de vôlei retangular.Assim que a rede encontrou-se com a bola, esta esticou-se tanto que as pontas da bola rasgaram-na.A bola quadrada tentou desculpar-se, mas a rede estava  tão estafada de se esticar que enrolou-se toda, formando um tubo.
        Nisso apareceram duas mãos chatas,nervosas e vermelhas, pegaram a bola quadrada e quicaram-na no chão até ficar cilíndrica.Então a bola e a rede puderam entrar pelo cano.
        Do outro lado havia um pelicano azul esperando que as duas saíssem do cano.Logo abaixo, um trator de esteira e um rolo compressor contavam piadas e riam.O pelicano, a rede e a bola pediram às maquinas que fizessem uma quadra de esportes.
        As máquinas aceitaram, mas faltava a patrola e a "mãozinha".Dentro do trator estavam as mãos chatas, nervosas e vermelhas, que saíram feito loucas, assanhadas para construir logo a tal quadra.

         E todos foram pedir ajuda ao Bob, o construtor e seu amigo espantalho, o Espoleta, que eram os empreiteiros.Mas os dois estavam muito ocupados construindo um Carrossel de Todas as Cores enquanto uma Orquestra Maluca com toda a cadência descia a ladeira.
        Indignados, o pelicano e a mãozinha foram jogar bocha na Cubolândia e, até agora ninguém sabe ao certo quem foi, mas o fato é que alguém assoviou e a caipora chegou!
E com este fato todos perceberam que Caipora não tinha chegado, mas estava ali desde o início, com suas mãos chatas, nervosas e vermelhas, e assim tudo foi se esclarecendo porque Caipora contou uma história que aconteceu lá na mata, no buraco assoviador, que se engasgou com uma espinha de peixe e cuspiu para fora um homenzinho das cavernas inventor, que inventou a tal bola quadrada, que não era bola nada, era uma peçado Stonehenge que faltava para ele ficar de pé.
E assim, todos decepcionados com a vida construíram a tal quadra de esportes e a tal bola ficou quadrada de novo e foi servir de calço para a goleira na Cubolândia.
FIM

sábado, 16 de abril de 2011

Contos dos Corteze - O Ratinho Zûlu e a Dona Chica

         Era uma vez um rato que vivia entre as tábuas de madeira de uma grande casa de campo de estilo vitoriano nas proximidades rurais da cidade do Cabo, África do Sul.Seu nome era Zûlu, e ele adorava cuidar da sua toca, fazendo todo mês uma troca completa da mobília.
       Um belo dia Zûlu percebeu uma movimentação estranha na casa e logo viu que  aquela balbúrdia se dava pelo fato de que um certo gato atirava um pau na Chica, a dona  da casa de campo.Aproveitando-se que dona Chica estava no hospital, o inocente ratinho foi cozinhar feijão, que era o prato preferido da Chica, e este acabou caindo dentro da panela.
     Assim que dona Chica voltou do hospital, com um baita curativo na testa, sentiu aquele cheirinho de feijão e correu logo para a panela, avistando ali o pequenino ratinho.Com grande asco dona Chica começou a chorar de desespero dirigindo-se para debaixo de uma planta de dendê.
        Dendê é uma planta que cura ratos queimados, mas a Chica-ca não sabia.De repente ficou sabendo e curou o rato.Dona Chica tentou-tou-tou curá-lo e comeu o feijão.O rato foi trocar a mobília.Ele mesmo fabricou seus móveis, sempre com classe e estilo, combinando com a casa.
       Num domingo, depois do culto, o rato recebeu visitas.Eram uns parentes que moravam longe, na França.O rato também era francês.Ele não poupou na decoração da casa, que brilhava e tinha um aroma de flores do campo.
       Só que o que ninguém suspeitava é que dona Chica-ca planejava vingar-se do gato-to justamente naquele dia-a.
       Como ela sabia que o gato dormia o dia todo, contratou um bando de torcedores com suas vuvuzelas para azucrinar a vida do pobre felino.
       E justamente quando os ratos chiques da França ensinavam Zûlu o famoso ratatui (depois do casamento com dona Baratinha o rato não aguentava mais comer feijão com toucinho...) as vuvuzelas começaram a soar a ponto de derrubar as muralhas de Jericó, a centenas de quilômetros.Zûlu, muito irritado, foi reclamar com a Franscisca (que afinal tem um primeiro nome) e prometeu nunca mais cozinhar para ela.
       A Chica balançou a cabeça e pôs toda a culpa no gato-to que, ao saber da existência dos ratos começou a persegui-los para comê-los com ratatui.
      E o pandemônio ficou quase completo quando os habitantes de Jericó vieram reclamar suas muralhas.
      Mas, graças a Deus, pela calçada vinha passando, em sua caminhada matinal, ninguém menos que Nelson Mandela, que vendo toda aquela agitação convidou todos para fazerem uma passeata.E depois foi para a Índia tomar chá com Ghandi.
 FIM

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Contos dos Corteze-A Aventura Inacabada de Pim Pim

O rapaz estava no ônibus.O pensamento absorto.Até que pôs os olhos naquele casal que cochichava freneticamente, enquanto olhavam para os lados, como se escondessem algo e  não quisessem que alguém visse.Ficou intrigado e foi se aproximando discretamente, para tentar ouvir o que falavam.Nesse momento o ônibus parou numa freada brusca, e o casal aproveitou para ir até a porta de saída.
O jovem esgueirando-se por entre os cotovelos dos diversos passageiros conseguiu agilmente atingir a porta e pular para fora um segundo antes de o motorista fechá-la dramaticamente.
Mais do que depressa localizou a moça crespa e o rapaz de jaqueta vermelha, que , já na faixa de pedestres, corriam antes que o sinal luminoso em forma de mão aberta parasse de piscar.
Num movimento habilidoso, andando com largas passadas e sem perder os dois de vista, o menino-reporter sacou de sua inseparável mochila  a máquina fotográfica, que, a partir dali, registraria os estranhos fatos que estivessem por vir.
Nesse mesmo momento, porém, seu cachorrinho branco avistou um gato no meio da rua e saiu latindo enquanto o pobre repórter corre atrás gritando:
    -Miluca, não!
Mas o cãozinho não se dá por vencido e continua a perseguir o gato, que agilmente atravessa a rua deixando para trás seu opressor.
O garoto porém, sem o controle dos próprios pés só consegue parar no meio da rua, onde é atropelado.
Já no hospital, acorda com o balbúrdio das vozes de Dupão e Tupão, os dois detetives mais atrapalhados de toda a Escócia.
A enfermeira entra no quarto e lhe diz:
           -Teve sorte de ter quebrado apenas algumas costelas Pim Pim.
Do outro lado da rua do hospital, o casal continua cochichando, com as mãos suadas e os olhos arregalados.Estão muito nervosos.Dupão e Tupão percebem o casal e comentam entre si sobre eles.O rapaz reconhece a descrição dos dois e grita:
                -Eu os estava perseguindo quando o cachorro correu  atrás do gato e eu fui atropelado.
Dupão e Tupão correram para a rua e pediram socorro ao casal.O homem olhou para a mulher e disse:
            -Até que enfim alguém pediu ajuda.
Ela disse:
            -É mesmo, já estou aliviada.
Socorreram os dois e o gato e pagaram toda a despesa do hospital do rapaz.Pegaram um ônibus e começaram a esfregar as mãos e estralar os dedos, com cara de angustiados.Levantaram do acento e ficaram se olhando e quando falavam, cuspiam.Ninguém mais se feriu ou foi preso.

FIM
-----##-----

É o seguinte: essa é uma brincadeira onde cada participante começa a contar uma história e à medida que o tempo vai passando, os participantes têm de trocar suas histórias entre si, de maneira que um vai completando a história do outro...e no final fica assim, uma história feita por vária pessoas.Mas nesse caso aqui, o final não deu muito certo...

Gostaram?Tem mais, e vou escrevê-las aqui, quando der tempo...
Vão curtindo e comentanto essa...bjusss

Breve!

Postagens de historinhas bem legais para vcs todos curtirem...
Explico melhor quando eu for postá-las(mas eu tinha que dar um suspensinho primeiro neah?)

Bjusss
Captain Purple

Agradecimento aos meus queridos leitores

Gentens!!!
Muito obrigada a todos que leram, gostaram e comentaram meu blog!
Tenham certeza que eu continuo acompanhando o blog de todos vcs e que vou trazer muitas novidades para o Minestra de letrinhas também!
Um beijo atodos que me acompanham, sou muito grata mesmo!
By Purple Captain

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Testes Para Exercitar a Mente

É um e-mail que recebi pessoal, muito legal!!

De aorcdo com uma peqsiusa
de uma uinrvesriddae ignlsea,
não ipomtra em qaul odrem as
Lteras de uma plravaa etãso,
a úncia csioa iprotmatne é que
a piremria e útmlia Lteras etejasm
no lgaur crteo. O rseto pdoe ser
uma bçguana ttaol, que vcoê
anida pdoe ler sem pobrlmea.
Itso é poqrue nós não lmeos
cdaa Ltera isladoa, mas a plravaa
cmoo um tdoo.

Sohw de bloa.

Fixe seus olhos no texto abaixo e deixe que a sua mente leia corretamente o que está escrito.

35T3 P3QU3N0 T3XTO 53RV3 4P3N45 P4R4 M05TR4R COMO NO554 C4B3Ç4 CONS3GU3 F4Z3R CO1545 1MPR3551ON4ANT35! R3P4R3 N155O! NO COM3ÇO 35T4V4 M310 COMPL1C4DO, M45 N3ST4 L1NH4 SU4 M3NT3 V41 D3C1FR4NDO O CÓD1GO QU453 4UTOM4T1C4M3NT3, S3M PR3C1S4R P3N54R MU1TO, C3RTO? POD3 F1C4R B3M ORGULHO5O D155O! SU4 C4P4C1D4D3 M3R3C3! P4R4BÉN5! Consegues encontrar 2 letras B abaixo? Não desistas...

RRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR
RRRRRRRRRRRBRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR
RRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR
RRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR
RRRRRRRRRRBRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR
RRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR

Uma vez que encontrares os B

Encontra o 1

IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
IIIIIIIIIIII1IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII

Uma vez o 1 encontrado.

Encontra o 6

9999999999999999999999999999999999
9999999999999999999999999999999999
9999999999999999999999999999999999
9999999999999999999999999999999999
9999999999999999999999999999999999
9999999999999999999999999999999999
9999699999999999999999999999999999
9999999999999999999999999999999999
9999999999999999999999999999999999
9999999999999999999999999999999999
9999999999999999999999999999999999
9999999999999999999999999999999999


Uma vez o 6 encontrado .......

Encontra o N (É díficil!)

MMMMMMMMMMMMM
MMMMMMMMMMMMM
MMMMMMMMMMMMM
MMMMMMMNMMMMM
MMMMMMMMMMMMM
MMMMMMMMMMMMM
MMMMMMMMMMMMM
MMMMMMMMMMMMM
MMMMMMMMMMMMM
MMMMMMMMMMMMM

Uma vez o N encontrado...

Encontra o Q..

OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
OOOOOOOOOOQOOOOOOOOOOOOOOOO
OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO


Copy Cat By Captain Purple

domingo, 10 de abril de 2011

Vamos ver quem é que acha??

Oi pessoal, resolvi fazer uma rincadeirinha: Vamos ver quem é que consegue achar esse texto no editor do blogguer??

"Lorem ipsum vim ut utroque mandamus intellegebat, ut eam omittam ancillae sadipscing, per et eius soluta veritus"
rsrsrsrsrs
Xau!!

By Captain Purple

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Mudei de cara!

Oi gente!!!
Achei que o blog tava muito chocho coitado, então dei uma bela incrementada, e acho que ficou bem melhor...
O que vocês acharam??
Bjusss

terça-feira, 5 de abril de 2011

Ensaio 38

No meu mundo rosa
tudo está azul,
mesmo sendo cinza.
Vejo uma pomba branca
e brinco de elefante colorido
até que o mundo ainda não seja vermelho.
Neste sol amarelo
vejo rastros prateados
da lagoa dourada
e verde de limo.

Diálogo 45


Cada linha
completa
o poema.
Qualquer delas
retirada
e o poema
está incompleto.

Haikai

Eu queria
um haikai.
Mas não tenho.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Dasabafando raivinhas adolescentes...

Às vezes me ponho a pensar que talvez eu é que seja exigente demais...
Aquela pessoa, incrível para você, não vai deixar de ser incrível porque não notou que você cortou o cabelo, ou que você hoje não quis passar o lápis de olho, ou que você fez qualquer outra picuinha insignificante pensando que todo mundo ia notar, mas que foi completamente ao contrário.
Tá certo que você está um pouco carente, querendo que todo mundo veja que hoje você conseguiu combinar o esmalte com sua roupa, mas convenhamos, há certas coisas que ninguém dá bola mesmo.Aposto até que você já deixou de notar que a roupa que sua amiga está usando hoje é a mesmíssima que ela usou semana passada...E eu me pergunto se é possível que alguém fique ligando mesmo para essas coisas...
Afinal, aquela pessoa maravilhosa deveria estar abarrotada de preoucupações para resolver, e o que é uma roupa, um cabelo, uma bolsa nova?
Todo mundo é um pouco exigente, e o fato é que se eu ligasse menos para o que as pessoas podem estar pensando, eu ligaria mais para o que eu penso, que é o que importa.
E se estou carente e quero ser notada, bom, nada melhor do que chegar para a pessoa e perguntar: E aí?O que você achou do meu cabelo agora?
O que eu já estou enjoada é dessas neuras de achar que sou o centro das atenções só porque tenho uma roupa nova.Afinal, será que alguma coisa muda de eu ter ou não aquela roupa?
Daqui a um ano nem vou mais pensar nela...

domingo, 3 de abril de 2011

TUDO



"Solidão"

És minha melhor amiga!
Estás sempre comigo,
nunca me abandonas.
Quando estou feliz,triste,brava...
À noite, de dia,de madrugada...
Se não tenho com quem contar
a quem recorro?
Solidão!
Posso contar contigo até
nos piores momentos da vida.
Minha grande companheira...

"Daquelas"

Daquelas de chorar ouvindo música,
daquelas de abraçar o ursinho de dormir,
daquelas de esconder as lágrimas dos olhos,
daquelas da Solidão como companheira,
daquelas de brigar com Deus,
daquelas de precisar de amigos e não ter,
daquelas de escrever poesias tristes,
daquelas de ter crise, ficar mal, e passar tudo isso...


Captain Purple