segunda-feira, 4 de abril de 2011

Dasabafando raivinhas adolescentes...

Às vezes me ponho a pensar que talvez eu é que seja exigente demais...
Aquela pessoa, incrível para você, não vai deixar de ser incrível porque não notou que você cortou o cabelo, ou que você hoje não quis passar o lápis de olho, ou que você fez qualquer outra picuinha insignificante pensando que todo mundo ia notar, mas que foi completamente ao contrário.
Tá certo que você está um pouco carente, querendo que todo mundo veja que hoje você conseguiu combinar o esmalte com sua roupa, mas convenhamos, há certas coisas que ninguém dá bola mesmo.Aposto até que você já deixou de notar que a roupa que sua amiga está usando hoje é a mesmíssima que ela usou semana passada...E eu me pergunto se é possível que alguém fique ligando mesmo para essas coisas...
Afinal, aquela pessoa maravilhosa deveria estar abarrotada de preoucupações para resolver, e o que é uma roupa, um cabelo, uma bolsa nova?
Todo mundo é um pouco exigente, e o fato é que se eu ligasse menos para o que as pessoas podem estar pensando, eu ligaria mais para o que eu penso, que é o que importa.
E se estou carente e quero ser notada, bom, nada melhor do que chegar para a pessoa e perguntar: E aí?O que você achou do meu cabelo agora?
O que eu já estou enjoada é dessas neuras de achar que sou o centro das atenções só porque tenho uma roupa nova.Afinal, será que alguma coisa muda de eu ter ou não aquela roupa?
Daqui a um ano nem vou mais pensar nela...

Um comentário:

  1. Tô te seguindo florr...segue o meu também!?
    Adorei seu blog
    e obrigada pelo comentário!!!

    ResponderExcluir