domingo, 5 de junho de 2011

Capítulo 4 - Outra Longa Busca

-Ois gentens, eu tava fora de conversa...porque a Beatriz tá chorando?-Pergunta Misa.
-Oh!Eu disse...papá não me compreende, ele vai prender o Sr.Arquibaldo!- Disse Beatriz chorando.
-Oh!Sr.Critshi, ele não é o que pensas,ele é boa pessoa!
-Se ele fosse boa pessoa não raptaria minha filha, Sira!
-Eu fugi papá!Ele não me raptou!
-Grrr, fique quieta, estou nervoso!
-Trate de se acalmar!-Gritou Misa.
-Vamos procurar Cucamonga e conversar.-Opinou Sira.
-É, acho melhor.Aí se ele resistir, chamo meus guardas e prendo-o!


E então Beatriz, Cristhi, Sherkried e Misa entraram na carruagem e o batalhão foi atrás deles.Sira foi mais na frente, com dois cavalos  e alguns soldados.
-Veja!Tome cuidado, é uma ponte!-Disse Sira.
-Uma ponte bem estranha-continuou o soldado.

A ponte era feita toda de ossos, amarrados uns aos outros com linhas de diversas cores, loiros, ruivos, pretos, brancos.Essas linhas eram cabelo humano!
A ponte passava em um precipício onde embaixo, lá embaixo tinha um banhado.Atravessando a ponte, eles sairíam em um capão, mas bem grande para ser um capão, só que era porque lá no outro lado tinha...É surpresa!Lê o resto!
-Vamos atravessar, mas um de cada vez, a ponte é frágil e pode cair, e aqui é muito alto!

Então, logo depois que o soldado da dianteira atravessou a ponte, a carruagem chegou.
-Ei!Atenção vocês tem que deixar a carruagem aqui!E vocês têm que passar um de cada vez, a ponte é muito estreita!
-Obrigado por avisar-disse Cristhi desanimado, se dirigindo ao guarda do outro lado da ponte.
-Não fique assim Cristhi, estamos aqui e vamos ajudá-lo.-Disse Misa.


Aguardem o próximo capítulo, queridos leitores...

Nenhum comentário:

Postar um comentário