quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Contos dos Corteze-Astolfo e Ática




Num belo domingo de sol, Astolfo andava na sua montanha russa favorita, e divertia-se, apesar dos gritos apavorados de Ática, sua namorada estérica.
Repentinamente, em uma curva violenta no percurso, Ática pôs os olhos num estranho objeto no meio do céu.Mas logo perdeu de vista, naquele sacolejar infernal.E ela sentia muito calor,como se já ardesse nas mãos do nefasto.Tanto que ao parar do carro, pulou do vagão e foi logo dizendo:
-Meu amor, agora vamos tomar um sorvete?
E ficava olhando para cima, apavorada, suspeitando que alguma coisa ia cair nas suas cabeças.Pois o dia era ruim, o horóscopo no jornal havia previsto, o dia era ruim.
-Meu amor, vamos sair logo daqui?Vamos tomar um sorvete?
Astolfo bufou e meteu a mão na carteira.
-Tudo bem.Mas eu só tenho dinheiro para o sorvete e mais uma volta de bate-bate.
E foi nessa hora que as moedas começaram a chover.A chuva quebrou o óculos dele e acertaram (sic) o nariz dela.
Astolfo adorou o acontecimento e até pagou um sorvete mais caro para Ática.Esta, não convencida do acontecimento e mjuito crente ao horóscopo indagou-se dizendo ao namorado:
-Não pode ser coisa boa cair um saco de dinheiro do céu.Será que este dinheiro é roubado, ou falso?
Astolfo mais que irritado retruca:
-Ática, deixe de ser neurótica mulher!Isso aqui é o destino que nos deu!
E com estas palavras Astolfo mudou os pensamentos da garota.
Assim Astolfo e Ática tiveram uma semana muito feliz até que Ática ligasse a televisão no Brasil Urgente onde aquele homem histérico gritava:
-Põe lá o Galvão.
Ela não entendeu no início, mas insistiu em assistir ao noticiário.Foi quando apareceu aquele velho de olhos grandes, orelhas grandes e meio banguela.O seu Nonô reclamando que deixou cair um saco de dinheiro quando estava na roda gigante semana passada.Não queria nem saber, queria seu dindin(sic) de volta.Iria processar o dono do parque.A tevê mostrava um grupo de pessoas que discutiam.Cada uma dava sua opinião, pois também estavam no parque.
Até que uma falou (sic)"Eu vi aquela moça com catarata que ficava olhando pra cima pra pegar o dinheiro".E depois disso o tal homem histérico falou:
-É esse o problema do Brasil (não, Galvão, agora é para focar em mim!).Esse governo que não incentiva a saúde, cada vêz(sic) cresce mais o número de pessoas com catarata no Brasil!Na certa o pobre coitado nem viu de quem era o dinheiro!É tudo culpa do governo!E...
Mas antes que o homem terminasse de falar Ática resolveu mudar de canal para o canal do horóscopo.

Fim


Bom gentes leitoras disso aqui...estou continuando a publicar as histórias que a família Corteze fez a partir de uma brincadeira onde um continua a história do outro.E para facilitar o entendimento, eu coloquei fontes diferentes para cada pedaço da história.A fonte muda conforme muda a pessoa, oks?
Espero que estejam gostando desse blog, podem escrever e dar seu parecer, vaos deixá-lo cada vez melhor \o/
Beijinhos da ]purple Captain

Um comentário:

  1. hahaha (sic) desta eu (sic) não(sic) me lembrava (sic) mais_ isso (sic) até parece soluço! Mas eu queria lembrar muito quem foi q escreveu o q ai... Abraçãoooo

    ResponderExcluir