quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Revelação, de Wandisley Garcia

"Tal quem rima por saber,
por dar conta que rimou
ou quem fala por querer,
por medir o que falou.

Tal quem segreda um amor
pelo medo de perder
e vai sentindo o amargor
de ir vivendo sem viver.

Tal quem querendo se cala
por um sonho e se inebria
ou ante uma flor exala,
sua profunda magia.

Ou tal quem diverso,agora,
em trazendo na lembrança:
frases de dentro pra fora,
certo de toda esperança.

De qualquer modo,permita,
deste amor,a confissão:
a minha alma vive aflita,
entenda meu coração!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário