sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Justificativa - Mafalda dos Santos

Não sei qual a razão , meu Deus,
(E já me pedi perdão)
De eu ainda não te tirar
Dos pensamentos meus.
Será que ainda não sabes
Que não adianta ficares,
Porque não mais me lembro
Das tardes
Que ficávamos a conversar?
Porque será, criatura
Que queres permanecer
Se eu te disse
Que não mais queria sofrer?
(E que chegava de tortura?)
Mas porque será que ainda
Lembro -te com ternura?
Só há uma justificativa
(Que só encontro agora):
- A saudade que ainda fica,
Implora pela demora
De ficares em minha mente,
insistindo em não fenecer,
Não deixando um só minuto,
Nem por um repente,
Tua lembrança enfraquecer...

Nenhum comentário:

Postar um comentário