domingo, 25 de novembro de 2012

Crônica do Amor Total

 


O que eu vou fazer agora
se eu te amo?
O que é que eu faço,
se quando a gente briga mais eu vejo
que a verdade é que não
me imagino mais vivendo
sem você?
Eu fico um dia sem falar
e sinto falta das brigas e mordidas
e carinhos e bobices e paixões...
Eu não sei mais existir
sem você e toda essa sua
dependência, que dependo tanto também...
Fomos crescendo, e crescendo,
e caímos, demos conta e nos levantamos,
e seguimos, e tudo juntos,
nos acostumamos a ser dois em um,
em não ser mais eu e você,
mas sermos um "nós".
E hoje quem vê nem vê mais
nós dois, vê um só, um casal,
um amor inseparável...
Eu nem queria tanto no começo, vejá só,
hoje não nos desgrudamos,
um só vive se o outro viver junto,
ali, os dois juntos feito leite com café,
misturados homogeneamente...
Quem é que pode dizer
que não é amor?
Quem é que desmente?
Que é que se faz se
se ama assim?
Um amor assim tão eterno,
que acaba com qualquer plano
de briga e fim de namoro,
quem é que não aposta,
e posta e se prostra...
Que que eu faço
se agora eu te amo?

Um comentário:

  1. Lindos!!!Feitos um pro outro...

    Beijos Fábio e Mexi Wavy

    ResponderExcluir