terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

A Parte Nojenta de Mim...

Caros leitores,muita atenção!!!
As poesias que se seguem são proibidas para crianças,velinhos pitorescos e outras pessoas inocentes,puras e belas,e até para mim...São poesias pesadas que pessoas decentes não devem ler...
Boa leitura!


"Diante de Ti"

Diante de ti estou nua.
Nua de roupas, de vergonha, de mentiras...
Conhece-me cada curva,
cada cicatriz,cada pensamento,cada sentimento...
Estou nua e crua e verdadeira.
Meus segredos se expõem
como meu corpo,minha pele.
Seios e segredos, tudo em meu peito,
expostos diante de ti.
Diante de ti estou nua.
Transpareço e desapareço
diante de um corpo que
já não se esconde...
Tu sabes-me cada lágrima,
cada sorriso,cada coxa,cada anca,
cada olhar...
Diante de ti estou nua.
De qualquer preconceito ou
qualquer pensamento;qualquer sentimento.
Diante de ti estou pura.
Diante de ti estou despida de mim.



"Ânsia de Vômito"

Desculpe terem saído
vomitadas
as minhas palavras,
mas é que a poesia,
a inspiração,
é assim mesmo,
como uma ânsia.
Se não se diz na hora,
se perde ela toda...




"Falso-Positivo"

Meu útero reclamou,
chorou,
chegou a sangrar...
Chorando, escorreu -se logo,
me dizendo e doendo a dor
que antes sentira
a minha consciência...
Meu útero abortou
a idéia
de existir um ser
no outro ser,
e sermos os três
seres que dão certo...
Não foi...
E senti este não ser...
Senti o reclame, o choro, a dor...
Durante três dias
menstruei o aborto
que meu útero roubou
de mim,e de minha consciência...





Bem, bom...avisado tu foi...se leu até aqui, seu indecente, não tenho culpa...Espero que tenha gostado da parte suja da minha alma ao menos...
Até mesmo as flores têm espinhos né...
Pois bem, já que tu não é uma pessoa polida mesmo,pra ter lido até aqui, deixe ao menos um comentário...pode ser cabeludo,pode ser mais sisudo,pode ser crítica,pode ser elogio...mas que ao menos SEJA, já que se deu ao trabalho de ler essas porcarias, pare de gracinha e escreva qualquer porcaria aí também,seu porcalhão...

(é,eu percebi que usei muito "ao menos" no meu comentário...)

Abracinhos, e desculpas dos xingamentos,mas faz parte do ser humano a necessidade de xingar os outros...

Divirtam -se no blog,
                              Raquel Corrêa Corteze



5 comentários:

  1. Aaaaaahhhhggghhhnnnn!!!!Meu segundo nome não tem acento: Raquel Correa Corteze...Oh!Infeliz cartório de certidão de nascimento...
    Corrêa Corrêa Corrêa Corrêa Corrêa Corrêa Corrêa Corrêa Corrêa!!!!!

    ResponderExcluir
  2. por que desse poema chamar falso-positivo, ao acaso já teve um falso-positivo??? bjssss adoro o seu blog linda!

    ResponderExcluir
  3. Esse é um mistério que só minha poesia pode responder...rsrs
    Obrigada pelos lisonjeios^^ fique à vontade pelo blog... XD


    Purple Captain

    ResponderExcluir
  4. mas de onde veio essa inspiração ??? consegue sentir isso sem ter passado por isso ou já teve um falso-positivo? ou poderia ser uma metáfora para dizer sobre algo que parece bom ( positivo) mas na verdade era ruim ( falso) ????? quero entender mais as coisas que leio =D para assim continuar a ler sem me sentir burrinha ! rsrsrs beijos linda ! e continue escrevendo que sempre vejo o seu blog !

    ResponderExcluir
  5. Não,de maneira nenhuma deve se sentir burrinha...hehehe a poesia é uma coisa fascinante, que possui vários sentidos...às vezes nem o próprio poeta entende todos os sentidos,porque a poesia é uma coisa viva, um ser que não se pode explicar, quase como um ser humano...por mais que se explique, sempre te surpreende...rsrs
    Como diz André Plez: "Não pergunte ao poeta o significado da poesia; pergunte à poesia o significado do seu poeta"...
    Você me pergunta deonde veio essa inspiração...bom...como toda inspiração,só posso dizer que veio de dentro de mim,de algum lugar no obscuro inconsciente(ou consciente?), que nem eu mesma sabia existir...
    Pergunto então a você: Consegue sentir isso sem ter passado por isso?Se consegue, parabéns...a poesia atingiu você heheh...
    Uma metáfora...hum...quem sabe?Assim como o ser humano é feito de carne e osso, a poesia é feita de metáforas...Eu diria que tentar dissecar a poesia, como se faz em uma aula de anatomia, não é possível, exatamente porque nunca se sabe qual o verdadeiro sentido dela...Se passei por algo assim ou não? Se é uma metáfora ou não?
    O que você acha e sente sobre esta poesia, é isto que ela é...rsrs

    Espero que eu tenha te ajudado a entender melhor e esclarecido um pouco mais(se é que a poesia é uma coisa "clara")...
    Obrigada pelas suas dúvidas,me ajudou a entender muito sobre essa poesia também... ^^
    Espero que você não tenha se assustado e saído correndo com essa minha resposta, não é a intenção!Pelo contrário, é importante debater sobre todo e qualquer assunto por aqui...
    Obrigada!Sinta-se à vontade para soltar a língua aqui sempre que quiser ^^Espero que continue voltando aqui,com essa mesma curiosidade e sede de poesia...

    Muitos abraços, Captain Purple...

    ResponderExcluir