quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Reversos

Olhei para cima e percebi
que nem todos tem essa dádiva
de respirar profundamente
através de uma árvore de galhos secos
e espinhos feito pele depilada,
sob um céu azul celeste e límpido.
***
***

Todos os raios de sol
passaram a iluminar
meu olhar, 
fechado em sonhos de um 
cochilo matinal,
dentro do carro, 
esperando meu pai no dentista...

***

***
Melhor que ter sentido 
o beijo doce
de lábios melados.
Sentindo só a agulha
que retirou meu sangue
e junto com ele
foi-se embora o ânimo
e ficou a fome
do jejum
do exame...

Nenhum comentário:

Postar um comentário