quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Ensaio 52

Lábios latejantes...
Me apaixono por você
novamente e
sempre que te olho.

Nunca foi tão difícil...
Nunca foi tão real...
Nunca foi tão bonito...
Nunca foi tão sempre!

Tô aqui na minha,
inofensiva...
Lógico que tenho
meus pinduricalhos!
Injustiça isso!

Depois de você
agora não tenho
medo de nada.



Um comentário:

  1. Recebi uma votação "ruim" =O
    Devia ser obrigatório comentar toda vez que se vota por aqui...simplesmente "ruim",mas qual o motivo?Será que não entendeu a poesia, ou será que entendeu tanto, pensou e repensou, ponderou e depois votou em "ruim"?
    Ruim, legal, beleza...mas ruim por que motivo?Diga-me!!
    E saiba que também acho ruim...não pelo fato de que os versos parecem desconexos pois isso é proposital,mas acho esta poesia ruim por ser extremamente melosa, quase um desespero, quase um chamado de atenção, "possua-me" ela grita...
    Por isso, ruim...mas e você?Que singelamente votou em ruim; contribua e compartilhe com a gente sua opinião, ruim porque?


    Atenciosamente, Raquel dos Cabelos Cor de Mel

    ResponderExcluir