segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Consumistas



Você é tão eu que
quero consumi-lo.
Quero engoli-lo para dentro de mim,
seu corpo com
meu corpo.
Fundindo
seu eu no
meu você.
Falar as mesmas
vozes,
ouvir os mesmos
sentidos,
sentir os mesmos
pensamentos e
refletir as mesmas
palavras em
sussurros gritados.
Somos um só,
somos uma noz
de duas metades
que se enozam
em um só nós...
Pronto para consumar
o consumo
do sumo
que somos...
Corpos porcos
com muitos poços
e poucos copos...
Assim somos só
em conjunto e casal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário