sexta-feira, 26 de junho de 2015

O Tempo Passou Por Mim... - Guilherme de Almeida

O tempo passou por mim,
mas eu não passei por ele.
Eu sempre fui como aquele
meu recanto de jardim:

- se um amor se desfolhou
como uma rosa sozinha,
foi só por causa da minha
primavera que passou;

se estalou o coração
de uma cigarra indolente,
 foi simplicissimamente
porque passou o verão;

se as folhas partiram sós,
foi que, roçando os seus galhos,
e os meus cabelos grisalhos,
o outono passou por nós;

e se os ninhos já não têm
o doce calor das penas
palpitantes, é que apenas
o inverno passou também.

O tempo passou por mim,
mas eu não passei por ele.
Eu sempre fui como aquele
meu recanto de jardim.


Nenhum comentário:

Postar um comentário