terça-feira, 18 de outubro de 2016

"Plagiei o Soneto Que Camões Me Fez"





Sete anos de labor Raquel servia
muito firme era Raquel, serena e bela;
Mas não servia a ninguém, servia a ela,
e a si só por prêmio pretendia.

Os dias, na esperança de um só dia,
passava, contentando-se em viver.
Porém, assim, usando de cautela,
evitava o que lhe causava azia.

Vendo a triste escritora que com enganos
lhe fora negada a sua vitória,
como se a não tivera merecida;

Começa de servir outros sete anos,
Dizendo: - Mais vivera, se não fora
para tão longo amor tão curta a vida!


2 comentários: